Busca
Menu
Você está em:

// Cursos

Atenção Integral à Saúde de Pessoas em Situação de Rua

(com Ênfase em Consultórios na Rua)

Na concepção do curso, duas premissas são essenciais: a integração de saberes e práticas como uma das condições fundamentais para que a atenção em saúde seja de fato integral e a aposta nas tecnologias geradas no cotidiano dos serviços, com base nas diretrizes técnicas e políticas propostas para sua realização. Elas se revelam ao aluno em casos, situações-problema e outras estratégias apresentadas no material didático, com a intenção de favorecer a articulação entre o que é preconizado nas políticas públicas, nos saberes especializados (teorias e técnicas referidas no material didático) e na prática do dia a dia do profissional. O curso promove espaços para discussão e análise crítica dos fatores relacionados à situação de rua, além de ferramentas conceituais para nortear a escolha de formas (mais) apropriadas de ação, em face das circunstâncias concretas vivenciadas no exercício profissional.

A imagem do material procura retratar o ambiente da rua tendo como figura central o ser humano. Na capa temos a fotografia de uma moradora de rua sorridente, que veste uma blusa vermelha, calça jeans e chinelo.

  • Caderno do Aluno: visa apoiar o aluno na compreensão da proposta do curso e do modelo pedagógico adotado, ao contar um pouco da história da nossa instituição e orientar na organização do tempo de estudo. O caderno também auxilia na familiarização com o ambiente mediador do processo de ensino-aprendizagem a distância – o ambiente virtual de aprendizagem (AVA).
  • Caderno de Atividades: inclui todas as atividades a serem realizadas durante o curso, bem como textos disparadores e/ou a indicação de quais materiais podem auxiliar no desenvolvimento do percurso pedagógico.
  • Caderno de Atividades Tutor: traz informações para orientar o trabalho de mediação do tutor e condução das atividades junto aos alunos.
  • Biblioteca multimídia: disponibilizada em um CD-ROM, que contém o material completo do curso, além de vídeos, documentos, artigos etc. que visam enriquecer a atuação do aluno em sua prática cotidiana. O CD apresenta-se como um suporte funcional, de fácil transporte e utilização, que possibilita a veiculação de outras mídias usadas no curso.

Técnica de Marcação
Políticas, Gestão e Atenção em Saúde

Total de 196 horas, das quais 56 horas presenciais e 140 horas a distância.  A carga horária semanal de dedicação do aluno aos estudos é de 5 horas.

  • Território e redes
  • Gestão do processo de trabalho
  • Cuidado à pessoa em situação de rua

Objetivos

Qualificar equipes multiprofissionais e intersetoriais para a atenção integral às pessoas em situação de rua, em consonância com as diretrizes técnicas e políticas propostas para esta atenção, contribuindo para a articulação das redes do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e para formação de multiplicadores de boas práticas na atenção integral à população em situação de rua.


Público-alvo

Profissionais dos Consultórios na Rua (público principal) e de outros serviços que auxiliam ou articulam atividades de atenção integral à saúde de pessoas em situação de rua.



Requisitos básicos

Os profissionais devem ser do território e da rede de serviços onde a equipe do Consultório na Rua atua/trabalha; de preferência devem atuar/trabalhar junto a essa equipe ou no cuidado à população em situação de rua, assim como possuir habilidade para utilizar computadores e dispor de recursos ágeis de conectividade com internet, e-mail, fórum, chat etc.


Avaliação

O desempenho será avaliado mediante o conjunto das produções realizadas durante o curso, a distância ou presencialmente, individual e coletivamente. Serão consideradas: a dedicação do aluno, a qualidade de suas produções e a pontualidade na entrega das atividades propostas.

A equivalência de notas e conceitos adotada no curso é a seguinte:

  • conceito A (Excelente):  notas de 9,0 a 10,0;
  • conceito B (Bom ):  notas de 7,5 a 8,9;
  • conceito C (Regular):  notas de 6,0 a 7,4;
  • conceito D (Insuficiente):  notas iguais ou menores do que  5,9


A nota/conceito final do aluno sintetiza as notas/conceitos obtidos em cada unidade de aprendizagem. Os alunos com conceito final A, B ou C são aprovados, e os que obtêm conceito D não são aprovados.


Seleção

Para informações referentes a seleção e inscrição em nossos cursos, verifique os editais de seleção, disponíveis em http://www.ead.fiocruz.br/processo-seletivo/todos?formulario=1.


Certificação

Cumpridas as exigências acadêmicas e documentais do curso, o aluno recebe o Certificado de Qualificação Profissional em Atenção Integral à Saúde de Pessoas em Situação de Rua com Ênfase em Consultórios na Rua, concedido pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fundação Oswaldo Cruz.


Técnica de Marcação