Busca
Menu
Você está em:

// Cursos

Apoio Matricial na Atenção Básica com ênfase nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família

 O Curso Apoio Matricial na Atenção Básica, com Ênfase nos Núcleos de Atenção à Saúde da Família (Nasf), originou-se da parceria entre o Ministério da Saúde (MS), a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz) e colaboradores oriundos de diferentes instituições de saúde e ensino do país. Fundamenta-se nesta pluralidade de olhares, saberes e experiências, e pauta-se em um contexto de diversidades regionais que caracterizam e desafiam os profissionais da atenção básica, gerando múltiplas conformações e ações por parte destes profissionais, nos distintos estados do Brasil, em diálogo com as diretrizes nacionais. Em sua conformação técnico-política e metodológica (na perspectiva de curso-movimento), pretende contribuir para fortalecer e enriquecer o trabalho desenvolvido na atenção básica em saúde.

  • Caderno do Curso: objetiva apoiar o aluno na compreensão da proposta do curso e no modelo pedagógico adotado. Conta um pouco da história da nossa instituição; traz orientações para uma melhor organização do tempo de dedicação aos estudos; auxilia na familiarização com o ambiente mediador do processo de ensino-aprendizagem a distância; apresenta a organização curricular do curso entre outros. .
  • Caderno de Orientações à Tutoria: tem o propósito de facilitar o trabalho de mediação pedagógica do tutor no curso, auxiliando sua atuação para com o grupo de educandos sob sua orientação.
  • Biblioteca multimídia: apresentada em um CD-ROM – suporte funcional, de fácil transporte e utilização, que possibilita a veiculação de outras mídias utilizadas no curso –, a biblioteca contém textos, artigos, legislação e o material completo do curso.
  • Caderno de Atenção Básica n. 39 – CAB Nasf: publicação do Ministério da Saúde (BRASIL, 2014) que poderá ser utilizado como livro-texto para aprofundar os temas das unidades de aprendizagem, assim como uma oferta de ferramenta para a ação em vários momentos do curso.

Técnica de Marcação
Políticas, Gestão e Atenção em Saúde

180 horas (seis meses).

 08/06/18 a 06/07/ 2018.

O processo de seleção é realizado por uma Comissão definida pela Coordenação do Curso, podendo conter representantes do Ministério da Saúde e com apoio do Serviço de Gestão Acadêmica (SECALato) da CDEAD/ENSP/Fiocruz. Tal processo consiste na análise objetiva da documentação dos candidatos.

  • Implantação do Nasf: do planejamento à organização e pactuação inicial do trabalho do Nasf com as equipes de referência e gestão local
  • Ferramentas, práticas e intervenções compartilhadas: consulta compartilhada, projeto terapêutico singular, trabalho com grupos
  • Gestão do cuidado em redes de atenção à saúde
  • Monitoramento e avaliação do processo de trabalho

Objetivos

  • Mobilizar atores para o processo de reflexão, problematização e qualificação da atenção básica, considerando o processo formativo e de mobilização, na perspectiva de um “curso-movimento”.
  • Formar “educandos-multiplicadores” para a realização do trabalho nos Nasf, incorporando e ampliando o apoio matricial na atenção básica.
  • Apoiar e ofertar ferramentas para a implantação e implementação dos Nasf em consonância com as estratégias e diretrizes da Política Nacional de Atenção Básica.
  • Avançar na concretização das práticas de apoio matricial na atenção básica.
  • Fomentar intervenções pactuadas e contextualizadas nos territórios das equipes apoiadas pelos Nasf.

Público-alvo

Profissionais dos Nasf; gestores da atenção básica (gerentes de UBS, coordenadores de atenção básica, apoiadores institucionais); profissionais de outros serviços que provêm apoio matricial na atenção básica; e profissionais das equipes de referência (equipes de atenção básica/saúde da família).



Requisitos básicos

  • Habilidades para utilizar computadores: internet, e-mails, fóruns, chats e afins e dispor de recursos ágeis de conectividade via internet.
  • Disponibilidade para participar de 06 (seis) atividades presenciais do curso, além de 05 (cinco) horas semanais para o exercício de atividades a distância.
  • Ter potencial para multiplicação das atividades propostas pelo curso, nos serviços e/ou junto à gestão.

Avaliação

A avaliação abrange um conjunto de ações ao longo do curso: participação nos encontros presenciais, nos fóruns de discussão e realização das atividades propostas. Somente ao final do estudo de cada unidade de aprendizagem será atribuída uma nota de 0,0 a 10,0 ao conjunto das produções. Como objeto de avaliação inclui-se, também, o portfólio reflexivo, elaborado ao longo do processo de formação, e que objetiva registrar a articulação de todos os conhecimentos adquiridos e produzidos pelo educando, considerando a realidade vivenciada por ele e por sua equipe de trabalho no município, bem como os efeitos do curso no educando e em seu processo de trabalho.

A nota/conceito final do educando será calculada com base nas notas obtidas por ele nas quatro notas/conceitos relativas a cada uma das unidades de aprendizagem do curso e em uma nota/conceito relativa ao portfólio reflexivo. A nota final de curso será calculada com base nas notas obtidas ao longo de todo o processo. A avaliação é expressa em conceitos que correspondem a notas:

  • conceito A/Excelente – notas de 9,0 a 10,0
  • conceito B/Bom – notas de 7,5 a 8,9
  • conceito C/Regular – notas de 6,0 a 7,4
  • conceito D/Insuficiente – notas iguais ou menores a 5,9.

A nota/conceito final do aluno sintetiza as notas/conceitos obtidos em cada unidade de aprendizagem. Os alunos com conceito final A, B ou C são aprovados, e os que obtêm conceito D, que expressa a condição de insuficiência, não são aprovados.


Seleção

Verificar edital.


Certificação

Cumpridas as exigências acadêmicas e documentais do curso, o aluno recebe o Certificado de Qualificação Profissional em nível de Aperfeiçoamento em Apoio Matricial na Atenção Básica com Ênfase nos Núcleos de Atenção à Saúde da Família, concedido pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fundação Oswaldo Cruz. O conceito D, em qualquer uma das unidades de aprendizagem e no portfólio reflexivo, indica desempenho insatisfatório e representa reprovação do educando.


Técnica de Marcação
RODAPE
Onde Estamos Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca
Rua Leopoldo Bulhões, 1480
Prédio Prof. Joaquim Alberto Cardoso de Melo
Manguinhos – Rio de Janeiro – RJ CEP: 21041-21
Texto de marcação
  • Coordenação da EAD : Tel. (21) 2598-2996
  • Serviço de Gestão Acadêmica e Qualificação Profissional - SECA Lato E-mail: secalato@ensp.fiocruz.br
  • Processo Seletivo (candidatos aos cursos e público em geral) E-mail: pseletivo@ead.fiocruz.br. Tel: (21) 2598-2951
  • Acompanhamento (alunos dos cursos na modalidade EAD) - E-mail: acompanhamento@ead.fiocruz.br - Tel: (21) 2598-2484
  • Certificação (egressos na modalidade EAD) - E-mail: certificacao@ensp.fiocruz.br - Tel. (21) 2598-2727.
CRÉDITOS
COPYRIGHT © 2017 ENSP/FIOCRUZ.